SONÓPOLIS 2010

Sonópolis | Espectáculo/Concerto | Casa da Música | 11 de Julho 2010
direcção musical Carlos Malta
participantes dos projectos Ensemble V Curso de Formação de Animadores Musicais
intérpretes Som da Rua-Sonic Street Ensemble, Coro Infantil de S. Tomé e ReTimbrar
figurinos e adereços ®deNós


 


Pela Incorporação veste o Parangolé

A concepção dos figurinos para o Sonópolis parte de um tributo ao artista brasileiro Hélio Oiticica (Rio de Janeiro, 1937 – 1980).

O conceito incorporação originou diversos projectos de Manifestações Ambientais em colaboração com variados artistas, dos quais Apocalipopótese é salientado, pelo próprio Hélio Oiticica, como a mais marcante realização conseguida até à data.

O sentimento de abertura e êxtase desencadeados por este evento confirmam e aclaram as ideias de procura do lazer, do prazer, como manifestação expressiva da obra, como acção pura, numa simbiose da experiência artística com a vida – A experiência vivencial.

Desta forma há uma incorporação e participação corporal directa: (…) O vestir, sentido maior e total da mesma, – contrapõe-se ao assistir, sentido secundário, fechando assim o ciclo vestir-assistir. (…) Quando pára a acção corporal do espectador, pára o movimento; aliás é importante notar os elementos acção total[1].

A Vivência-Total Parangolé.

®deNós

Julho 2010

 

 

 


[1] OITICICA, Hélio, ANOTAÇÕES SOBRE O PARANGOLÉ, 1965, publicado no catálogo da exposição Opinião 65, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, MOMA, in Hélio Oiticica, 1996, pp. 93/96.




®deNós | Catarina Braga, Cristiana Felgueiras, Daniela Carneiro, Inês Osório e Rute Rosas

 

Agradecimentos

Alexandre Osório, Hélder Folgado e José Simóes

 





%d bloggers like this: